Danças Juninas

O mês de Junho é muito comemorado em todo o país pelas festas juninas com suas deliciosas comidas típicas e também pelas famosas  danças chamadas de quadrilha, que em algumas regiões do nordeste, são planejadas e ensaiadas o ano todo com competições assim como as do carnaval. Essas danças tiveram origem na Inglaterra, por volta dos séculos XIII e XIV, fazendo com que a  guerra dos Cem Anos entre França e Inglaterra, servisse também para promover uma transferência cultural entre esses países. A França adotou a quadrilha e levou-a para os palácios, tornando-a assim uma dança nobre, que rapidamente se espalhou por toda a Europa.

A quadrilha chegou ao Brasil no século XIX, com a vinda da Corte Real portuguesa. Rapidamente essa dança de salão,  caiu nas graças do nosso povo. Hoje, porém,  a dança apresenta marcação alternada , em português e francês como o conhecido “Anarriér”, que quer dizer voltar aos seus lugares.

A quadrilha hoje em dia é dançada em homenagem aos santos juninos ( Santo Antônio, São João e São Pedro ) e para agradecer as boas colheitas na roça. Tal festejo é importante pela religiosidade do povo do campo. Existem diversas marcações para uma quadrilha e, a cada ano, vão surgindo novos comandos, baseados nos acontecimentos nacionais e na criatividade dos grupos e marcadores.

Após o período das festas juninas, várias outras danças folclóricas sobrevivem pelo país, pois possuem variados aspectos que, ao mesmo tempo, refletem e emanam as diferenças entre os grupos. As variações musicais, conforme a região, aonde são executadas, também fazem parte deste acervo ou conjunto de alterações que podem determinar as diferenças entre as diversas expressões. Essas são algumas danças típicas folclóricas do nosso país:

ARARUNA

Dança de salão acompanhada por uma banda que se utiliza de instrumentos como: sanfona, triângulo, zabumba, pandeiros, violões dentre outros.

FREVO

Dança de rua e de salão, é famosa no carnaval pernambucano. Simbolizado pelo guarda-chuva, o mesmo serve para ajudar no equilíbrio do passista e expressar a alegria do carnaval em suas múltiplas cores.

 XOTE NORDESTINO

Ritmo cadenciado bastante significativo por aqueles que apreciam uma noitada de muita dança. Também conhecido como “forró mais fácil” foi difundido por Luiz Gonzaga, não só no nordeste, mas por todo o Brasil. Junto ao vocalista temos como acompanhamento musical o triângulo, a zabumba e a sanfona.

XOTE BRAGANTINO

É dançada em pares e em roda, tendo como passo básico o cumprimento entre os casais.

CARIMBÓ

É uma das principais danças de todo o território paraense. É fruto da criatividade dos índios tupinambás que introduziram ritmos de andamentos rápidos, influindo na música e na coreografia da dança que passou a ser agitada, com muitos giros e requebrados dos quadris.

CÔCO

Dança difundida por todo o nordeste, é dançada em roda, fileiras mistas, conjunto, par ou individual.

LUNDU

É considerada a dança mais sensual do Brasil cuja origem vem dos escravos angolanos. O ritmo é lento e cadenciado, predominando os instrumentos de sopro e os atabaques. É um verdadeiro espetáculo, dizem, em noites de lua cheia à luz das fogueiras nas praias paraenses.

CACURIÁ

O Cacuriá é uma dança de roda brincada nas ruas e praças de São Luís, no Maranhão, e tem origem na Festa do Divino Espírito Santo.

PEZINHO

O pezinho constitui uma das mais simples e ao mesmo tempo uma das mais belas danças gaúchas.

 CARANGUEJO

Dança com características das contradanças, Atualmente, concentra-se no Sul, onde se apresenta como dança grave e de pares dependentes.

CANA-VERDE

Muito difundida no nordeste e litoral do Rio Grande do Sul. É dançada em roda, formada por círculos, o de homens por fora, e o de damas por dentro.

Vale a pena nesse friozinho de Junho, aproveitar as festas e as danças juninas. Divirtam-se!!!

Gostaria de agradecer a ajuda do grande pesquisador de danças folclóricas Brasileiras: Allan Kardec de Souza Torres.

About these ads

Sobre Katia Patusso
Educadora Física especialista em Natação e Atividades Aquáticas e Instrutora de Exercícios Chineses como Lian Gong, Tai Chi Chuan e Qi Gong.

6 Responses to Danças Juninas

  1. Juliana Lauletta disse:

    Adorei o texto Katia!!!!
    Não conhecia a maioria das danças que vc descreveu…
    É uma pena que a cultura brasileira seja tão pouco difundida entre os próprios brasileiros.
    Obrigada por diminuir um pouquinho a distância entre nós… =)
    Beijocas

  2. Katia adorei o texto!!! Eu adoro festa junina, mas nao sabia a origem!!
    Bjoss

  3. Yara Leal disse:

    Katia,

    Gostei, ampliou meu conhecimento sobre o tema. Ésempre bom conhecer mais sobre a cultura popular. Abrs e parabéns pelo texto.

  4. Katia Patusso disse:

    Obrigada pelos comentários meninas, realmente as nossas festas e a cultura brasileira em geral precisam ser homenageadas. Bjos!!!

  5. emersonoriol disse:

    estou deixando meu comentario porque gostei muito da foto de festa juninas

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: